Home > Coberturas > Ariba – Festa mexicana em homenagem ao dia internacional da mulher (ACA)

Ariba – Festa mexicana em homenagem ao dia internacional da mulher (ACA)

No último dia 10/03, a ACA – Associação Comercial e Empresarial de Arcoverde comemorou o Dia Internacional da Mulher com uma animadíssima Festa Mexicana.

Rejane Maciel, vice-presidente da ACA, iniciou o evento com uma riquíssima apresentação sobre o país tema da festa, o México. Passeou pela comida, vestimentas e praias mexicanas.

E como não falar do México e mulheres sem falar de Frida Kahlo, aliás, Rejane estava vestida de Frida em sua homenagem. Frida foi uma mulher à frente do seu tempo, pintou vários autorretratos para espantar a dor de uma paralisia infantil, três abortos e um casamento muito tumultuado e repleto de traições.

Na sequência, Elidaine Tikinha, diretora da ACA, apresentou a instituição, e ressaltou as vantagens de ser associado. Falou do prêmio Mulher de Negócios do qual uma arcoverdense ganhou a etapa estadual: Ana Maria, do Mercadinho Santa Catarina.

A história de Ana Maria foi contada na íntegra e todos puderam houvir o relato se sua trajetória desde o comecinho até a parceria com a ACA que culminou com o reconhecimento de sua determinação e garra.

E então começou a brincadeira…

Um quebra-panelas, mas não um quebra-panelas normal. Antes um pouco de tequila e uma rodadinha acompanhadas de um muthatho que não foram empecilhos para que as panelas de barros viessem ao chão. Dentro brindes exclusivos das Óticas Arcoverde e Empório.

“E para não dizer que não falei das flores”… Edileuza, que está à frente da ACA, foi justamente homenageada… e foi revelado o seu segredo… ela é carinhosamente chamada pela diretoria da ACA de “Sargento Pincel”… Será que é por que ela é muito exigente? Será?

Para finalizar com chave de ouro, embaixo das cadeiras tinha bilhetinhos com nome e o brinde oferecido pelos associados às mulheres e quase todas saíram com uma bela lembrança desse dia tão especial.

Ao final, ilustres mulheres da cidade cortaram o bolo, que diga-se de passagem, estava uma delícia!

Texto extraído do site da ACA

Deixe uma resposta