Buíque: Ato pede justiça para morte do jovem Elvis

Familiares e amigos de José Elvis Resende de Almeida, 26 anos, fizeram manifestação nesta quinta (20) pedindo justiça para o assassinato do rapaz, ocorrido no último dia 8. Segundo relato da família, Elvis foi morto com um tiro na testa e o corpo foi encontrado com marcas de maus tratos e com as mãos amarradas por um “cabresto de cavalo” em uma estrada próxima à fazenda onde ele morava com os pais, no município de Buíque, no Agreste de Pernambuco. O ato começou às 11h, na frente da igreja São Félix de Cantalice, no centro da cidade.

População de Buíque pede justiça pela morte de Elvis Resende

Ainda de acordo com a família da vítima, o crime está sendo tratado como acidente pela Polícia. A delegada responsável pelo caso, Cristina Gomes, lotada na Delegacia de Buíque, ainda não foi encontrada para falar sobre as investigações.

A mãe da vítima, Isabel Cristina, disse que o suspeito do crime é menor de idade. “É meu sobrinho, filho de uma irmã minha, e tem 14 anos. Ele já se apresentou (à polícia) e disse que foi um acidente”, explicou. Ela negou que houvesse brigas entre os dois rapazes e afirmou que eles foram criados juntos.

População de Buíque pede justiça pela morte de Elvis Resende

O menor citado é filho do ex-candidato a vice prefeito de Buíque, Modésio Soares, e enteado da presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Corina Galindo. “A população está revoltada por esse assassinato estar sendo tratado como um acidente pela polícia”, relatou um parente. Ainda segundo eles, há laudos que comprovam que Elis sofreu maus tratos antes de ser morto.

Polícia

A Polícia Civil de Pernambuco informou, por nota, que as investigações a respeito da morte do rapaz estão em fase de conclusão. “O suspeito do crime foi identificado e confessou o ato. Porém, a delegada Cristina Santos precisa esclarecer alguns pontos de contradição dos relatos de algumas testemunhas e é possível que seja necessária uma reconstituição do crime”. A nota diz ainda que a polícia aguarda ainda o resultados dos exames periciais realizados, que estão dentro dos prazos estabelecidos e deverão ser anexados aos autos.

 

 

Via Folha PE.

Deixe seus comentários