Morre o jornalista Paulo Henrique Amorim aos 77 anos

O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu na manhã desta quarta-feira, 10, aos 77 anos, vítima de um infarto em sua casa, no Rio de Janeiro. Ele deixa a esposa, Geórgia Pinheiro, e uma filha.

O jornalista nasceu em 22 de fevereiro de 1942, no Rio de Janeiro, e começou sua carreira no jornal A Noite. Foi o primeiro correspondente internacional da revista VEJA, em Nova York, em 1968.

Paulo Henrique Amorim ainda trabalhou na televisão, onde passou pela extinta TV Manchete e pela TV Globo, para onde se transferiu em 1990 e também foi correspondente em Nova York.

Deixou a Globo em 1996 e foi para a TV Bandeirantes, onde apresentou o Jornal da Band e o programa Fogo Cruzado. Em 1999, Paulo Henrique Amorim foi para a TV Cultura, onde criou o programa Conversa Afiada.

Foi contratado em 2003 pela TV Record, onde apresentou o Jornal da Record e o programa Tudo a Ver. Desde 2006, Paulo Henrique Amorim apresentava o Domingo Espetacular, onde ficou até o final do mês passado.

Fonte: VEJA.

Deixe seus comentários