Olhares do Cecora

O Centro Comercial de Arcoverde – Cecora recebe a partir desta segunda-feira (25), a Exposição Olhares do Cecora, da fotógrafa, blogueira e produtora cultural Amannda Oliveira.

“A exposição é fruto do trabalho de seis anos e promete mexer com os sentidos dos seus visitantes, bem como, com a sua memória afetiva. As imagens retratam a feira e personagens que fazem parte da nossa história tanto quanto o Centro Comercial”; destaca a fotógrafa.

Para Paulo Sérgio, diretor do Cecora e feiras da cidade: “Essa exposição completa o calendário de eventos do Centro de Compras, pensado lá em 2014 por nossa gestão. Com o objetivo de sempre elevarmos o nome desse tão importante local para a cidade de Arcoverde e região. A exposição “Olhares do Cecora” retrata o cotidiano da nossa gente, pessoas fortes e batalhadoras, que vencem um dia por vez. Muitos de nossos feirantes e permissionários estarão retratados através das lentes da fotógrafa apaixonada por este lugar, Amanda Oliveira.”

A abertura da exposição acontece às 10h da manhã em frente à Diretoria do Cecora. A exposição Olhares do Cecora estará aberta ao público até o dia 26 de dezembro e a entrada é gratuita.

Sobre a Exposição:

O Centro Comercial Regional de Arcoverde Vereador Ulisses de Britto Cavalcante – Cecora foi fundado em maio de 1986. Desde então, são 33 anos fazendo parte da história de milhares de pessoas, sejam daquelas que vendem ou das que precisam comprar.

 A Exposição Olhares do Cecora, nasceu de muitas idas e vindas da fotógrafa Amannda Oliveira, ao Centro Comercial de Arcoverde, uma das feiras mais movimentadas na cidade e que desde sempre encantou pela diversidade de cores, sabores, espaços, cultura, cheiros e história.

Ah! Quantas histórias possui uma feira.

Foram 06 anos fotografando o ir e vir das pessoas e ouvindo suas  histórias. Foram essas visitas quase diárias que fizeram com que percebesse a importância de uma feira livre para uma cidade. Ela não é apenas o lugar onde compramos as coisas, mas um lugar de afeto, costumes, encontros e  reencontros.

O Cecora é a casa de muita gente. É na feira que se encontram os amigos para comer tapioca, que se compra o queijo e a manteiga, que se pechincha pelo desconto com Maria, que se come tripa ou bode com cuscuz. Hábitos carregados de afetos e que nos fazem um bem danado.

Ficha Técnica:

Produção: Amannda Oliveira

Curadoria: Amannda Oliveira e Ney Mendes

Montagem: Ney Mendes e Yan Vinícius.

Arte divulgação: Robson Lima

Deixe seus comentários